Escapamento: Conservação e manutenção

//Escapamento: Conservação e manutenção

Escapamento: Conservação e manutenção

O ideal é examinar o equipamento a cada três meses. Veja dicas para garantir vida longa para o escapamento.

O escapamento é o nome dado popularmente para o sistema de exaustão do veículo, tem como função principal à eliminação dos gases gerados após a queima dos cilindros, isto é, ele conduz os gases devidamente filtrados para fora do veículo, além de evitar que os gases tóxicos penetrem no interior do carro. Outras funções são de reduzir a poluição sonora e manter o bom desempenho do veículo. Vale ressaltar que o condutor pode levar multa, caso transite com o sistema de escapamento do carro irregular ou soltando fumaça.

Manutenção preventiva da peça

Ao utilizar um combustível de má qualidade, o escapamento acaba tendo sua vida útil diminuída em relação ao que foi de início planejado para esse sistema. Sobretudo o catalisador, que é a parte que converte os gases em substâncias menos danosas ao meio ambiente. Hoje em dia, considera-se três anos um bom tempo de uso para o escapamento, por conta das impurezas e adulterações do álcool e, especialmente, da gasolina colocada nos veículos.

O sistema apresenta algumas peças básicas: o coletor de escape, sua tubulação, o silenciador, o catalisador e o abafador. Se alguma dessas peças for lesada, pode comprometer o bom funcionamento de todo o escape dos gases, gerar ruídos e até mesmo fazer com que o desempenho do veículo piore, inclusive gastando mais combustível e oferecendo um rendimento mais baixo. Se houver batidas ou avarias nos tubos do escape, por exemplo, parte dos gases vai fugir sem passar pelo processamento de filtragem correta.

Além disso, os veículos que circulam pouco ou em trajetos de curta duração também encurtam a vida útil dos escapamentos. Isso porque, quando o automóvel percorre trechos mais curtos, não há tempo suficiente para que o sistema atinja a temperatura quente ideal para a combustão, o que faz com que haja acúmulo de água na tubulação e precipite a corrosão.

Dicas de manutenção:

Para garantir que o sistema de escapamento de carro estará sempre com sua máxima eficácia, alguns cuidados devem ser observados:

– Sempre que possível, verifique os fixadores e abraçadeiras;

– Faça inspeções a cada três meses;

– Se alguma peça do sistema apresentar defeito estiver corroída ou com falhas, o único conserto é a troca;

– Cuidado ao passar por lombadas ou obstáculos elevados, pontiagudos ou soltos na estrada, como por exemplo, um galho de árvore, pois o escapamento pode ser atingido e ficar danificado;

Agora que você sabe como cuidar do seu escapamento, confira essa e outras notícias em nosso site, acesse e encontre a oficina Impacto mais próxima de você.

2018-10-29T10:20:36+00:00