O sistema de suspensão e os amortecedores

//O sistema de suspensão e os amortecedores

O sistema de suspensão e os amortecedores

A suspensão do carro é um dos mais importantes sistemas para o bom desempenho, segurança e conforto durante uma viagem. Ela é constituída basicamente por molas, braços e amortecedores que ligam o chassi às rodas do carro.

Esses componentes são os responsáveis por intermediar a transmissão de movimento oscilatório, garantindo estabilidade e conforto para o motorista e para os passageiros. Confira abaixo algumas dicas:

Como funciona o amortecedor de carro?

A suspensão do carro garante a estabilidade e o conforto, sendo responsável por suavizar movimentos bruscos e garantir que as rodas estejam em constante contato com o chão. As molas desempenham o papel importante de absorver diretamente o impacto causado pelas irregularidades do solo, enquanto os amortecedores dissipam a energia do movimento, reduzindo as oscilações da mola e evitando que o carro oscile junto com elas.

O amortecedor usado em carros é do tipo hidráulico e é uma peça fundamental para a estabilidade e conforto do veículo, porque ele dissipa as oscilações. O princípio físico envolvido no seu funcionamento é a dissipação de energia de um fluido ao passar por um canal estreito, transformando a energia de movimento em calor.

Quais são os tipos de amortecedores?

Existem basicamente dois tipos de amortecedores, os chamados Convencionais e os Pressurizados.

– O amortecedor convencional é composto por conjunto de pistão e válvulas fixados à haste que se move por dentro de um tubo com óleo especial, que também resiste à altas temperaturas e pressões. Atualmente, é muito utilizado em caminhões, ônibus e veículos mais antigos, mas ainda estão muito presentes no mercado de reposição de peças e em toda frota brasileira.

– O amortecedor pressurizado é uma evolução do convencional, que conta apenas com funcionamento hidráulico (óleo). Ele apresenta em seu sistema a pressurização com nitrogênio à baixa pressão que evita a falta de óleo no ciclo de abertura da haste, eliminando os “vazios” ou falhas no acionamento destes modelos, resultando em maior vida útil do produto que os amortecedores convencionais. A ação da pressão do gás mantém a roda em maior contato com o solo, aumentando aderência e estabilidade do veículo sem comprometer o conforto, resultando em mais eficiência em pisos irregulares e curvas acentuadas.

Qual é a real importância do amortecedor em um carro?

Existem diversos movimentos de instabilidade que o carro executa durante uma viagem e essa instabilidade pode causar problemas de desconforto, falta de dirigibilidade e insegurança para o veículo.

Em pavimentos esburacados, por exemplo, o amortecedor funciona como um isolante de movimento, suavizando os solavancos que as rodas do carro estão transmitindo para o chassi e para os passageiros. Além disso, os amortecedores têm a função de manter as rodas em contato permanente com o chão.

Quando devo trocar os amortecedores?

É recomendada uma revisão do funcionamento do carro a cada 10 mil quilômetros, a fim de identificar peças em mau funcionamento. O desgaste do amortecedor é algo de difícil detecção, pois acontece aos poucos. Por isso, muitos condutores deixam para trocar as peças da suspensão quando o sistema já está em mau funcionamento, com possibilidade de causar defeitos em outros sistemas do carro.

Quer saber mais sobre o funcionamento do seu carro? Acesse nosso site.

2018-12-19T13:02:41+00:00